Parentalidade Positiva

[metaslider id=94]

A Parentalidade Positivadefine-se como um comportamento parental baseado no melhor interesse da criança e que assegura a satisfação das suas principais necessidades e a sua capacitação, sem violência, proporcionando-lhe o reconhecimento e a orientação necessários, o que implica a fixação de limites ao seu comportamento para possibilitar o seu pleno desenvolvimento.” – Recomendação do Conselho da Europa (Lisboa, 2006)

Assim, cabe aos progenitores assegurarem e proporcionarem às suas crianças: sustento, estrutura e orientação (sensação de segurança), reconhecimento, empoderamento/autonomia e educação não-violenta.

É absolutamente normal e compreensível que muitas vezes os pais não saibam o que fazer:

E as birras? Os castigos funcionam? Posso bater? Ele/a quer sempre atenção! Ele/a não faz o que mando! Não consigo estabelecer rotinas em casa… Só obedece ao pai!

Estas e muitas outras, são questões e dúvidas que a parentalidade nos pode trazer.

Como a Parentalidade Positiva pode ajudar ?

Através de estratégias e da compreensão mais acurada da infância, é possível instrumentalizar os pais para enfrentarem os desafios do dia-a-dia de forma mais sensível, sustentável e saudável, o que vai gerar menos estresse e atritos na relação parental-filial-parental e criar uma sólida relação de afetos, confiança e reciprocidade.